Para 5%off na sua 1ª compra, use o cupom: BEMVINDOSELVVVA

Selvvva do dia: columeia-sino / Columneia sp.

Dona de uma cabeleira exuberante, esta planta costuma ser confundida com uma prima próxima, a columeia-batom. Coloque-as lado a lado e logo você vai notar as folhas mais arredondadas e curtas, que de tempos em tempos são coloridas pelos sininhos.

Entre a primavera e o outono, cada um dos pequenos cálices revela os botões avermelhados despertando do seu interior. Esta forma característica de desenvolver as flores une as columeias peixinho, mármore, dobrada e batom, e traz para a família uma parente inesperada: a violeta-africana.

Uma das raras espécies que conseguem levar os encantos da floração para dentro de casa, mesmo sob o clima mais seco dos ambientes com ar-condicionado, nossa selvvva do dia pede pouco em troca da sua beleza, com ramos de até 1m de comprimento.

Tanta delicadeza não dá pistas sobre seus impulsos de trepadeira. Dê a ela o apoio de uma parede porosa para ver sua fome de crescer e se espalhar por todos os cantos.

Além de resistente, é uma opção versátil se a sua selvvva for compartilhada com crianças e animais de estimação. Afinal, não possui substâncias tóxicas. Confira nossa matéria a respeito.

Rega: 2x por semana. Mantenha o solo sempre drenado. Plantar a sua columeia-sino em uma mistura de terra, chips de coco ou estilha de madeira pode te ajudar nessa tarefa. Confira nosso guia especial sobre rega.

Iluminação: meia-sombra. Um cantinho bem iluminado, perto da janela, é o ideal para ela crescer cheia de vida e presentear com flores. Confira nosso guia especial sobre iluminação.

Outros nomes populares: columeia-sininho

Problemas comuns: ficar atento à rega é uma forma de prevenir problemas comuns. O excesso de água pode fazer a sua columeia perder galhos inteiros, que se soltam da terra com uma leve puxada, deixando as raízes no vaso. Já a falta de água é percebida pelas folhas com tons amarelados.

Os ramos desta planta são individuais e não compartilham o sistema de irrigação com os demais. Por isso, regue de maneira uniforme, distribuindo a água por toda a superfície, 360°.

A ausência de flores por longos períodos demonstra que a adubação não está em dia. Dê a ela este carinho para ser presenteado mais de uma vez ao ano com os botões coloridos. Se a sua moradora já está florindo, capriche no adubo durante esta fase. Os nutrientes também ajudam a manter a saúde da sua planta em dia, deixando-a menos vulnerável à presença de parasitas. Para evitá-los você pode usar o óleo de neem, um repelente natural.

A columeia-sino é sensível às correntes de vento e ao frio. Procure mantê-la dentro de casa.

Ao longo do tempo, você vai perceber uma característica particular dessa planta: ou ela dedica a energia para uma cabeleira curta e cheia de ramos ou se empenha para desenvolver alguns galhos compridos. Por isso, preencha o vaso com mudinhas: corte o pedaço de um galho, mergulhe-o na água, sempre deixando as folhas em contato com o ar. Quando as raízes apontarem, plante na terra.

Como usar: descendo a cabeleira nos cachepôs ou como trepadeira. Também é muito utilizada para levar os encantos das flores às paredes verticais na decoração de interiores.

Dica da Selvvva: As regas variam de acordo com o ambiente, disponibilidade de luz, umidade do espaço, temperatura, recipiente onde a planta está acondicionada e espécie. As indicações acima são orientações para um primeiro contato com a sua planta, mas não uma fórmula definitiva. Preste atenção às respostas da sua espécie; assim você poderá dosar a água de acordo com as condições da sua planta. É importante não exagerar no volume de água!