Para 5%off na sua 1ª compra, use o cupom: BEMVINDOSELVVVA

planta-jade / Crassula ovata

Para fortalecer os relacionamentos ou deixar o seu cantinho se render aos encantos verde-jade. Em pequenos vasos ou no auge dos seus 2 metros de altura, essa planta é uma dose de carinho para homenagear as amizades valiosas, que resistem ao tempo.

Guerreira sob as condições mais intensas, ela enfrenta com graça o clima seco e as temperaturas altas, enchendo de beleza os locais onde outras não resistiriam. Favorecida pela natureza, nossa selvvva do dia tem nas Crassulas o seu DNA, uma família com cerca de 150 plantas suculentas, que guardam um segredo nos caules e folhas gordinhos: a reserva de água para sobreviver aos períodos de estiagem.

Além de resistente, a planta-jade também é versátil e capaz de se adaptar ao sol pleno e à meia-sombra, dentro ou fora de casa. Pouco exigente nos cuidados, vai bem na selvvva dos mais experientes ou daqueles que acabam de despertar para o verde.

Rega: Geralmente, 1x por semana costuma bastar. Dona de folhas e caules prontos para guardar água, e raízes sensíveis, que podem apodrecer com o excesso de umidade, ela requer atenção quanto à frequência e ao volume das regas. Por isso, fique atento aos sinais que a folhagem te dá e aproveite para fazer do substrato um aliado nessa questão: utilize uma mistura de areia e terra para plantá-la, assim a água não fica retida e consegue escoar com mais rapidez.

Iluminação: Sol pleno ou meia-sombra. Habitar aquele cantinho ensolarado fará com que a sua planta ganhe um colorido cheio de vida nas folhas, do rosa ao vermelho.

Outros nomes populares: planta-da-amizade, planta-jade, árvore-da-amizade, bálsamo-de-jardim.

Problemas comuns: Os poucos problemas comuns estão ligados ao excesso ou falta de água. Observe as pistas valiosas que a sua planta te dá.

Folhagem lisa, verdinha e colorida, do rosa ao vermelho, te mostra um desenvolvimento saudável. A presença de pequenas rugas e aspecto murcho podem indicar a falta de rega. Folhas que amarelam e caem, em grande quantidade, te contam sobre o excesso de água.

Se o cantinho que você escolheu for de meia-sombra, redobre a atenção quanto à presença de fungos, que gostam de ambientes mais úmidos. Se eles já estão morando no seu verde, combata com a aplicação de chá de pó de fumo ou sulfato de cobre, conforme a orientação do fabricante. Para mantê-la protegida de pragas em geral, como as cochonilhas, aplique óleo de neem 1x por mês. Lembre-se de sempre deixá-la algumas horas sob o sol e oferecer os nutrientes do adubo.

Fique de olho também se ela recebe o sol em todos os lados. Isso evita que a planta cresça mais em uma área do que na outra e acabe tombando com o próprio peso.

Como usar: em pequenos cachepôs ou com porte de miniárvore.

Créditos: Maura Mello

Dica da Selvvva: Os cuidados variam de acordo com o ambiente, a espécie, disponibilidade de luz, umidade do espaço, temperatura e recipiente onde a planta está acondicionada. As indicações acima devem servir para orientar um primeiro contato, não são uma fórmula definitiva. Fique sempre atento às respostas da sua planta.